Desenvolvimento pessoal

Programando Resultados com PNL por Fernando Felix

Por 5 de maio de 2016 One Comment

Essa série de artigos trará casos de pessoas que melhoraram suas vidas através da PNL e o convidado de hoje é o Fernando Felix. Queremos mostrar para o mundo que essa ferramenta é poderosa e que pode mudar a vida de muitas pessoas, seja curando fobias, medos, limitações e também ajudando a programar resultados.

Confira o artigo escrito pelo nosso convidado:

Recebi o convite para escrever sobre a PNL para o programando Resultados, uma honra falar sobre algo de tamanha importância na minha história.
Fiquei refletindo , por onde começar a falar de uma ferramenta que além de me proporcionar mudanças profundas, me permite também que eu possa auxiliar outras pessoas a acessarem recursos internos para uma melhor e maior qualidade de vida…

Se houvesse uma possibilidade de enfrentar medos, traumas de modo que tudo que antes pudesse te causar desconforto e ansiedade fosse despercebido? E se eu lhe disser que tinha pânico de entrar no mar, em um rio ou uma piscina funda, e hoje tenho planos de iniciar aulas de surf? Que não havia modo de gostar de praticar atividades físicas, e hoje treino de 4 a 6 vezes na semana, sentindo falta quando não posso ir? E se contar a história de uma cliente fotógrafa que pensava em desistir da profissão e em poucos meses estava fotografando shows dos Rolling Stones e Maroon 5 para uma das maiores revistas do país, com fotos na National Geographic? Ou os inúmeros casos em que o vício do tabaco, do álcool e das drogas deixou de ser um problema na vida de outros tantos clientes, em poucas sessões?

Poderia escrever muitas páginas desses casos, que se transformam em prova social através de depoimentos, o fato é que a PNL tem esse poder, que descobri através da minha jornada, como vou contar um pouco nas próximas linhas.

História Pessoal

Para que eu consiga traduzir de onde surgiu meu interesse por desenvolvimento humano, gostaria de contar um pouco da minha história. Nascido no interior do Rio Grande do Sul, criado na campanha (termo utilizado no sul para se referir ao campo) tive uma vida tranquila até uma certa idade, estudando em bons colégios, com todas as condições necessárias para o ciclo natural de trabalho seguro, constituição de família, aquele padrão habitual.

Ao entrar para o mercado de trabalho, fui trabalhar com vendas, algo que desconhecia, e comecei a gostar. Adquiri desde cedo o hábito da leitura, influenciado pela minha mãe. Passávamos as tardes da infância na Biblioteca Pública da cidade, e aquele Universo de Possibilidades, de personagens e narrativas sempre me cativou. Talvez por isso tenha me dedicado a leitura e ao estudo sobre o processo de venda desde meu primeiro emprego, o que me proporcionou algum destaque na área e uma promoção em pouco tempo.

Após alguns anos, passando por algumas experiências profissionais no varejo chegou o momento em que tive que fazer uma escolha. Ficar no interior em uma zona de conforto, sem grandes perspectivas de crescimento, ou me aventurar e ir para a Capital, buscar novas oportunidades. Optei pela segunda opção, comecei novamente na metrópole, e em pouco tempo consegui duas promoções e passei a cuidar da parte comercial de uma rede varejista.

Desde então, na busca pela excelência no trabalho, fui ampliando meu repertório em vendas, comunicação, liderança, sempre em busca de alternativas que me permitissem ampliar os resultados da empresa e por consequência das equipes.
Passei a treinar as equipes, investi em vários cursos e formações da área, chegando inclusive a participar ativamente de uma multinacional americana de treinamentos. O fato é que essa área me encantava, e ainda me encanta.
Foi por volta de 2010 que pela primeira vez ouvi falar de PNL, uma ferramenta capaz de alterar estados emocionais, “modelar” pessoas de sucesso através de suas estratégias e promover resultados fantásticos.

Empolguei-me com tal descoberta, e de modo autodidata passei a pesquisar e ler sobre o assunto. Os livros do Richard Bandler(co criador da PNL), Robert Dilts(segunda geração), Steve Andreas e Anthony Robbins(responsável pela popularização em massa da ferramenta, bem visto por alguns e nem tanto por outros, mas isso é assunto para um próximo artigo, onde abordarei tipos de formações e treinamentos que envolvem PNL) me abriram novas visões e possibilidades sobre a mente humana, colocando inclusive em dúvida alguns conceitos da Psicanálise de Freud, que havia estudado e inclusive sigo estudando até hoje. O fato é que esse mundo novo, se realmente tivesse esse poder abreviaria muito a comunicação em geral em todas as áreas que envolvem comunicação, e se formos parar para pensar, em toda área pessoal ou profissional a comunicação é fundamental.

Buscando sua formação

Após um período estudando como autodidata, resolvi buscar uma formação na área. Haviam várias possibilidades, me informei e parti para aquela que me parecia mais congruente. A formação se dava em três níveis: Practitioner, Master Practitioner e Trainer. Iniciei o Practitioner e só então percebi o real poder da ferramenta. Metamodelo de linguagem, Milton Erickson, Fritz Pearls, Virginia Satir… Tudo isso modelado e reorganizado por Bandler e Grinder(mais tarde descobri Frank Pucelik que fez parte do início e foi esquecido, assunto para um post sobre as origens da PNL) e a capacidade de se promover mudanças instantâneas através de perguntas, calibragem… Sensacional. Formei-me Practitioner, parti para o Master Practitioner e foi então que passei a me dissociar e ver a vida de fora, de um modo estratégico nunca antes pensado… E tive mudanças enormes. Aumentei minhas escolhas. Saí de um trabalho que não me agregava mais, e alterei minha vida em vários aspectos, isso antes de ingressar no Trainer.

Ao perceber todo esse poder, me aventurei a estudar mais a fundo outras didáticas, Hipnose Clássica(que se difere da Hipnose Ericksoniana que é uma das bases da PNL e é um pouco mais sutil eu diria) e ampliar meu leque de ferramentas, vindo a transformar esse conhecimento em minha principal atividade, auxiliando as pessoas a terem melhores estratégias e resultados.

Nesse relato, gostaria de deixar minha impressão e dica para aqueles que desejam se aventurar ou para obterem mudanças, ou para, além disso, desenvolverem habilidades de também promover mudanças para o próximo.

Procure profissionais da área, seja para atendimento ou estudo, e experimente essa fantástica ferramenta. Os depoimentos de clientes, colegas e parceiros falam por si só.

Dica de como utilizar a PNL

Para que se tenha uma ideia de como podemos alterar nossos estados emocionais através da PNL, um exercício simples que qualquer pessoa pode testar. Experimente entrar em uma memória positiva, de um estado emocional que lhe faça bem, como por exemplo, um momento específico de muita tranquilidade. Se permita ver, ouvir, sentir tudo que se passa nesse instante, e deixe essas sensações tomarem conta do seu corpo.
Utilize essa memória quando tiver um desafio, permita-se vivenciar esse momento bom e treine sua mente para que ocupe seu espaço com memórias boas. A Neurociência comprova que quanto mais ocuparmos espaço da nossa mente com memórias positivas, geramos Neurotransmissores que nos trazem bem estar, e é impossível termos sensações boas e ruins simultaneamente. Pense em algo que é muito grato, e tente ficar mal simultaneamente. Você vai perceber que não consegue. Treine sua mente para que ocupe o máximo de espaço com sensações, memórias e representações positivas, benevolentes, e se tiver interesse, procure uma instituição com boas formações em PNL, pesquise, informe-se. E mude para melhor!

Sobre o Fernando Felix:

Com formação nível Trainer em Programação Neuro Linguística , Fernando Felix aliou os 17 anos de experiência no mundo corporativo – onde formou e capacitou centenas de gestores e profissionais de vendas de alta performance, as formações em Hipnose Clássica e Ericksoniana, capacitações internacionais como Dale Carnegie Training – para criar um método exclusivo onde une a PNL e a Hipnose
com Mentoria e Consultoria – em atendimentos individuais focados na necessidade do cliente.

Além desse serviço, Fernando Felix treina e capacita equipes e gestores em alta performance em Vendas, Liderança, Comunicação e Gestão do Tempo – em treinamentos que utilizam o que de mais moderno existe no estudo da mente humana.

Idealizador do Programando Resultados. Criou o projeto com a intenção de ajudar o máximo de pessoas possível e deixar um legado para o mundo. Utiliza a Programação Neurolinguística para ter uma vida mais equilibrada entre corpo e mente e acredita que devemos cuidar da qualidade de vida, sermos solidários e viajarmos o mundo quando possível para termos uma vida mais livre.

Comente

  • Fernanda Chaves

    O Fernando é um grande profissional sua presença motivadora. Sucesso!